quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Intestino Preguiçoso?

Motivos deste problema
  • Falta de alimentar-se com fibras (saladas ,frutas, verduras, alimentos integrais)
  • Alto consumo de alimentos a base de farinhas refinadas
  • Sedentarismo (falta de exercícios físico)
  • Não Tomar Água
  • Comer duas vezes ao dia (apenas)
  • Stress do dia-a-dia
  • uso abusivo de laxantes 
  • Estar fora de casa (viajem,trabalho)
  • Não obedecer aos sinais do corpo (leve cólica abdominal)
A maior parte das pessoas que sofrem deste mal ficam, muito inchadas, pois retém muito liquido e isto acaba provocando uma dilatação abdominal ,flatulência , enjoo, e dor de cabeça, irritabilidade e até espinhas.
Lembre-se entrar alimento novo deve ser motivo para o velho sair, este é o ritmo natural.Uma vez ao dia é o mais provável. se isso não ocorre procure ajuda e siga as dicas. cuide-se bem até sua pele irá melhorar

Para pessoas que tem o intestino preso minhas dicas são:
  • Comer mamão com a semente
  • Tomar 2 litros de água ao longo dia
  • Ameixa preta seca
  • Verduras (principalmente as folhas)
  • Aipo
  • Café (ativador do metabolismo)
  • Aveia
  • Chá verde ou branco (diurético)
  • Fazer de 5 a 6 refeições no dia
  • Massagens ajudam muito
  • Atividade física mínimo 3 Vezes por semana

Já fez tudo isso e nada?
para casos mais crônicos uma receita de um suco
bata no liquidificador
  • 3 ameixas pretas
  • (que ficaram de molho durante a  noite em um copo com água filtrada)
  • O copo da água das ameixas
  • 2 colheres de creme de leite
  • 1 colher de linhaça dourada
Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e tome em jejum.

Lembre-se :
Este suco deve ser consumido só em casos mais graves pois é muito calórico.
Problemas crônicos e uso de laxantes podem gerar Câncer no trato gastrointestinal,muito cuidado! 

Organismo equilibrado = Qualidade de vida

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Sabores!

O Que aje em nosso organismo quando dizemos.

Ai que delicia deve estar esta comida !
  1. Nosso instinto de sobrevivencia mais primitivo a fome.
  2. Imaginação do alimento
  3. Indução das células para digestão
  4. Olfato do alimento próximo da digestão 
  5. Papilas gustativas de sabores 



Desenho esta em espanhol
traduzindo:
AMARGO = AMARGO
ÁCIDO = ÁCIDO
UMAMI = UMAMI
SALGADO = SALGADO
DULCE = DOCE
 
Umami é considerado o "quinto" gosto básico, além dos quatro já conhecidos (doce, amargo, ácido e salgado). Pode ser comparado ao gosto da carne, e foi descrito inicialmente em 1908 por um pesquisador japonês da Universidade de Tóquio chamado Kikunae Ikeda.  O Aji-no-moto, muito usado na culinária japonesa para acentuar o umami é o aminoácido monossódico.
 
O glutamato monossódico não é um tempero usado para acentuar o umami, mas o principal aminoácido que provoca no paladar o gosto umami. Nos alimentos em que ele está presente naturalmente, o paladar reconhece o umami, são eles: tomates, queijos fortes, carnes e peixes, além do leite materno ,UMAMI é a grande estrela nas degustações de vinho. 
 
ATENÇÃO:
AO CONSUMIR O AJI-NO-MOTO (AMINOÁCIDO MONOSSÓDICO) DEVEMOS ANTES TER CONCIENCIA DO SEU ALTO TEOR DE SÓDIO, PODENDO PROVOCAR HIPERTENSÃO ARTERIAL.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Fome e Desnutrição

                 Como Nutricionista não poderia deixar de falar sobre a fome. Ela dói muito mas tem remédio o alimento, em um planeta como o nosso onde temos muita pobreza e mortes pela fome temos que pensar muito em nossos governantes.
 As estátisticas segundo a   FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação),  apontam que no mundo morrem 12 crianças em cada minuto no mundo.

FOME NO BRASIL

Período Número de pessoas famintas

• 1990-1992 18,5 milhões

• 1995-1997 16,5 milhões

• 2000-2002 15,6 milhões

 
                Com a fome vem a Desnutrição e em consequência a morte: devemos ressaltar que o mínimo para sermos saudáveis, temos que nos alimentar adequadamente.
                 Lembrando que todos os dias da nossa vida , não apenas em dias que o governos libera pequenas verbas para consolar os aflitos.
É um direito nosso, devemos lutar por isso.

Desnutrição por fome tem efeitos devastadores em nosso organismo como:
  • Coração: o coração perde massa muscular, assim como os outros músculos do corpo. Em estágio mais avançado há insuficiência cardíaca e posteriormente morte.
  • Sistema imune: torna-se ineficiente. O corpo humano não vai ter os nutrientes necessários para produzir as células de defesa. Logo, é comum infecções intestinais subsequentes, respiratórias e outros acometimentos. A duração das doenças é maior e o prognóstico é sempre pior em comparação a indivíduos normais.
  •  A cicatrização é mais lenta.
  • Sangue: É possível ocorrer um quadro de anemia ferropriva relacionada à desnutrição.
  • Trato gastrointestinal: há menor secreção de HCl pelo estômago, tornando esse ambiente mais propício para proliferação bacteriana.
  • O intestino diminui seu ritmo e a absorção de nutrientes fica muito reduzida.
  • Deficiencias nos ossos pela falta de cálcio, tornando assim mais frágeis..

Quer saber mais sobre :
http://www.onu-brasil.org.br/
https://www.fao.org.br/

Quer assistir mais sobre :
http://www.youtube.com/watch?v=0v7YxIRJePo&feature=fvw

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Comedores compulsivos Anonimos!

Você já ouviu falar deste grupo?

Assim como alcoólicos anónimos existem os comedores compulsivos são pessoas com problemas nutricionais graves , que estão a procura de ajuda, conheci este grupo em meu trabalho Lar Rogate e passei a pesquisa-los após isto, se você tem problemas alimentares:
  • toma remédio para emagrecer
  • tem medo (pavor) de ganhar alguns Quilos a mais
  •  usa laxantes
  •  vomita
  • simplesmente não come
  • e seu IMC (índice de massa corporal esta abaixo de 18 kg/m²)
 procure ajuda de um profissional pode ser de Nutricionista, Psicólogo ou Médico,  pois pode até perder a vida com estes problemas.
Os Comedores compulsivos anónimos podem ajudar e muito você ,
e eles possuem um diferencial atendimento on-line para quem não quer sair de casa!
http://www.comedorescompulsivos.com.br/cca.htm

Cuide-se alimente-se bem!
como calcular meu IMC??
    P   
    A²

resultado

terça-feira, 5 de outubro de 2010

As mulheres estão famintas, mas têm medo da comida!

A inglesa Susie Orbach é autora do clássico "Fat is a Feminist Issue" (gordura é uma questão feminista). Mas ficou famosa por ter salvo a princesa Diana da bulimia.


Sempre em cruzada contra padrões de beleza e distúrbios alimentares, a psicanalista vem em setembro a São Paulo, para um congresso.



É sua segunda vez. Logo depois de sua primeira visita ao Brasil, há dez anos, disse ter ficado chocada com a quantidade de colegas de "cara puxada" que encontrou nas palestras.



Susie é fundadora do Centro de Terapia para Mulher, em Londres, e do site Anybody (www.any-body.org), onde critica empresas que propagam imagens de mulheres perfeitas.



Na sua visão, as mulheres modernas perderam o padrão da alimentação normal. "Estão famintas, mas têm medo de comida." Seus novos alvos são produtos "saudáveis", jovens mães preocupadas demais com a alimentação dos filhos e mídias sociais.



"Produtos com a palavra "orgânico" na embalagem têm mais interesse no seu dinheiro do que na sua saúde", disse à Folha, nesta entrevista por e-mail. Sobre as redes sociais, afirma que as pessoas fazem photoshop até em foto de bebê para colocar no Facebook, e que esse tipo de site contribui para uniformizar a percepção da beleza.

Após o casamento de 30 anos com o escritor Joseph Schwartz, com quem teve duas filhas, Susie, 64, assumiu a relação com a romancista Jeanette Winterson.





--------------------------------------------------------------------------------



Folha - Como distinguir vaidade saudável de doença?

Susie Orbach - Boa pergunta. Na maioria das vezes, um programa alimentar saudável é movido por interesses comerciais. As indústrias da beleza, da alimentação e das cirurgias estéticas tentam enquadrar seus produtos de maneira que eles respondam a questões de saúde. Fazem o consumidor acreditar que comprar aquilo é saudável. Mas isso tem mais relação com ganhar dinheiro do que com cuidar da saúde.



Muitas coisas feitas em nome da saúde geram dificuldades pessoais e psicológicas. Dietas são emocionalmente perigosas. Olhar fotos de corpos que passaram por tratamento de imagem e achar que correspondem à realidade cria problema de autoimagem, o que leva muitas às mesas de cirurgia. Está difícil diagnosticar uma atitude saudável hoje.



O que significa, hoje, ter uma relação sadia com o corpo?

Na geração das minhas filhas, há garotas que gostam e outras que não gostam de seus corpos. Elas têm medo de comida e do que a comida pode fazer aos seus corpos. Perderam o prazer de comer quando estão com fome e de parar quando satisfeitas. Essa é a nova norma, mas isso não é normal. Normal é a não-dieta, é a atitude relaxada com relação à comida.



Há pouco, você assumiu ter uma parceira. É mais fácil para mulheres homossexuais desafiar a ditadura da beleza?

Infelizmente, não. Essa é uma cultura que atinge a todas nós. Fomos criadas por mulheres que tinham obrigação de serem lindas em tempo integral. Isso afeta a maneira como nos relacionamos com nossos corpos e com os de nossas filhas.



Por que você diz que há uma regressão da emancipação?

As mulheres não são livres para desfrutar seus corpos. Elas têm pânico de ter apetite e de atender aos seus desejos. É uma completa contradição com a luta pela emancipação. Ganhamos mais espaço, mas esperam que nossos corpos ocupem menos espaço físico. Assim vamos parecer sempre sensuais e belas, aos olhos do mundo.



Por que você diz que mídias sociais (Facebook, Orkut, Twitter) são vilões na luta pela autoimagem saudável?

Essas mídias espalham a uniformidade da imagem. Indianas querem ser iguais às inglesas que querem ter a cintura das brasileiras. É mais poderoso do que publicidade de marcas globais. Há ainda os sites em que as pessoas são julgadas, aceitas ou não, por suas fotos, como o hotornot.com. E há sites em que meninas compram cirurgia plástica on-line para bonecas [missbimbo.com]. A criação de um corpo perfeito tem muita relação com as novas mídias.



Mães que dão palitos de cenoura às crianças são uma nova epidemia. Como criticar, quando há outra epidemia, a da obesidade?

A cenourinha é oferecida na melhor das intenções e as crianças podem gostar de vegetais. Mas separar alimentos em bons e maus é contaminar a noção que elas têm da comida. Os "maus" vão se tornar mais atraentes. No lugar de dois biscoitos, ela vai comer um pacote. Se a comida ganhar status neutro, as crianças terão uma atitude mais relaxada com a alimentação. Se tiverem que comer o bife para ganhar o sorvete, a associação é que o sorvete é melhor. A associação é que o sorvete é melhor. A longo prazo, isso complica toda a relação de prazer na alimentação

video

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Meu Trabalho 2

Este local onde eu trabalho é lindo, aconchegante e muito funcional, pensa no bem das idosas, promove eventos, retiros ,casamentos , cafés coloniais entre outros. Muito bom !!!
Venha conhecer:

Amo Trabalhar aqui!!!